3 presentes para NÃO dar neste Natal (e em qualquer outra ocasião)

dezembro 16, 2016

Escolher bons presentes não é tarefa fácil, porém existem três que devem definitivamente ficar fora da sua lista, pois são, sem dúvida, as piores escolhas para presentear alguém.

Animais de estimação


Eles são fofinhos e podem até parecer bichinhos de pelúcia, mas animais não são brinquedos. Bichinhos precisam de cuidados, crescem e envelhecem. Os cães, por exemplo, têm uma média de vida de 12 anos. Então é necessário considerar os recursos necessários para cuidar da saúde física (castração, alimentação, vacinas, consultas ao veterinário, banhos) e psicológica (carinho, atenção, ambiente adequado) do animal.

Dessa forma, ter um bicho de estimação deve ser decisão da própria pessoa ou da família, pois implica responsabilidades prolongadas, além de gastos financeiros. Dando um animal de presente, você aumenta as chances de ele ser abandonado por estar dando muito trabalho, quando tiver algum problema de saúde, de comportamento ou até quando a criança enjoar do “novo brinquedo”.

Produtos falsificados


Bem mais baratos que os originais, os produtos falsificados são uma tentação para quem está querendo economizar. Porém, acredite, eles saem bem mais caros se levarmos em conta que os prejuízos que podem causar não são apenas financeiros. Além de estar adquirindo um produto de qualidade possivelmente inferior e estar incentivando o crime, ao presentear com um produto pirata você pode estar colocando em risco a saúde do presenteado, como é o caso de brinquedos genéricos, por exemplo.

Pediatras alertam que brinquedos piratas podem causar sufocamento, diarreia e ferimentos graves, pois podem conter produtos tóxicos como chumbo e bário, além de pontas cortantes ou peças facilmente destacáveis, que podem ser engolidas. Fora todos esses prejuízos, imagine a decepção de alguém que pediu de presente um Playstation e ganhou um Polystation. (hahahaha)

Roupas em promoção


Eu sei que não tá fácil pra ninguém e que a palavra promoção soa como música para os ouvidos, mas não caia nessa cilada (Bino!) quando for comprar roupas para presentear. As peças podem ser bonitas e até de qualidade, mas o problema está nas difíceis condições de troca que geralmente são impostas para produtos comprados em promoção. Pense na situação da pessoa presenteada ao precisar trocar uma peça e descobrir que só pode trocar por outra em promoção, que somente determinada loja (onde a promoção aconteceu) pode trocar, ou, pior, não pode trocar.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor o comerciante só é obrigado a efetuar a troca de mercadorias quando estas possuírem defeitos que as tornem impróprias para o consumo ou que possuam qualquer tipo de vício que desvalorize o produto, não havendo na lei o direito de o consumidor devolver o produto ou trocar a mercadoria em caso de arrependimento quanto à cor, tamanho ou modelo de mercadoria comprada dentro do estabelecimento comercial.

(Fonte: Trocas e devoluções de produtos em promoção)


Essas são as top 3 piores escolhas, mas tenho certeza que você já ganhou um outro presente inesquecível de tão ruim. Conta pra mim nos comentários!

Você também vai gostar de ler:

0 comentário(s) - Comente aqui!

Sobre a Casa

Sobre [span]mim[/span]
Organizando.org agora é Minha Casa Organizada

O conteúdo que você já conhece com visual mais clean e endereço amigável! Devido à mudança, o blog pode apresentar erros. Obrigada pela paciência. Para relatar um erro, acesse a página de CONTATO. Para saber mais sobre o blog e a autora, acesse a página SOBRE.

Curta no Face