Dica de viagem: Praias de Peruíbe

março 16, 2015

Oi, gente! No post passado eu dei dicas de como planejar uma viagem por conta própria. Neste post, a empresa Roteiro de Turismo vai dar a primeira de duas dicas de viagem muito bacanas. Aproveitem!




Pouco mais de uma hora de distância da capital paulista, o município de Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, dispõe de muitas atrações para os turistas. Seja em companhia da família ou dos amigos, os 32 km das praias de Peruíbe agradam tanto para curtir quanto para relaxar.

Começando pela mais tranquila, a Prainha é ótima para quem deseja encontrar sossego, já que é cercada de pedras e tem um mar calmo. O acesso é feito por uma pequena trilha escondida em meio às casas de veraneio, e a praia possui vista panorâmica de toda a cidade e ilhas ao redor, sendo boa também para passeios e caminhadas. Se o visitante desejar ainda mais paz, só ir até a quase deserta praia do Caramborê, no caminho para a Barra da Una.

O oposto da Prainha, a Guaraú é o point dos jovens, pois tem boas ondas para a prática do surf e é palco para pesca amadora e campings. Está a cerca de 8 km do centro da cidade, de frente para as ilhas do Guaraú e Guararetama e é indicada para passeios aquáticos a bordo de barcos, canoas ou escunas. As construções da Guaraú são ocupadas por edificações residenciais e comerciais.

A apenas 2 km do centro de Peruíbe, a praia do Costão une mar, montanha e cachoeira no mesmo local. Conta com uma trilha de 400 metros pela Mata Atlântica, está entre o rio Preto e os costões rochosos da Serra do Itatins e possui águas límpidas, tranquilas e com ondas pequenas. Por outro lado, se o visitante está à procura de mar bravo, a indicação, como o nome mesmo diz, é para a Praia Brava. Algumas praias são preservadas, e, portanto, restritas para a visitação por serem de extrema importância ecológica. É o caso da Barra do Una, que pertence à Estação Ecológica Juréia-Itatins. Esta praia é uma tradicional vila de pescadores, que compõe dunas, várzea, mangue, restinga e mata – cinco ecossistemas que fazem com que a paisagem e importância sejam ainda maiores. É a praia mais distante da cidade, mas de qualquer forma atrai os turistas que inclusive procuram se hospedar ou acampar por ali.

Entre outras tão belas da cidade, a Praia do Arpoador não pode deixar de ser citada, já que com suas duas cachoeiras é uma das mais bonitas. O acesso é feito através de trilhas supervisionadas, de barco ou pelo mar. Esta também pertence à Estação Ecológica Juréia Itatins, como a praia do Guarauzinho, que é somente utilizada para pesquisas científicas e de educação ambiental, como a do Parnapuã e a Desertinha. Para você saber mais informações sobre restaurantes e pousadas em Peruíbe acesse http://www.roteirodeturismo.com.br/hoteis-e-pousadas/sao-paulo/peruibe/.

Esse post é patrocinado. Texto escrito por Roteiro de Turismo.

Você também vai gostar de ler:

0 comentário(s) - Comente aqui!

Sobre a Casa

Sobre [span]mim[/span]
Organizando.org agora é Minha Casa Organizada

O conteúdo que você já conhece com visual mais clean e endereço amigável! Devido à mudança, o blog pode apresentar erros. Obrigada pela paciência. Para relatar um erro, acesse a página de CONTATO. Para saber mais sobre o blog e a autora, acesse a página SOBRE.

Curta no Face