Planejamento de viagem para donos de animais de estimação

janeiro 02, 2014

A posse responsável diz para zelarmos pela saúde física e psicológica dos animais de estimação. Isso quer dizer (dentre outras coisas) que ao viajar e deixar o animal sozinho em casa, é necessário um cuidado maior do que apenas abastecer os potes dele com água e comida. Deixo abaixo uma sugestão de cronograma para você planejar sua viagem e minimizar o stress do seu amigo peludo.



3 meses antes da viagem:
Encontre um cuidador para seu animal. O ideal é que você consiga pelo menos 3 opções. Veja se é possível contar com vizinhos ou parentes mais próximos, mas não descarte a possibilidade de remunerá-los pelo serviço só porque são pessoas mais íntimas, ok?

Ao selecionar, lembre-se que o cuidador deve estar disposto não apenas a alimentar o animal, mas também a fazer outras tarefas, como limpar, passear e até mesmo brincar.

Um serviço já disponível em algumas cidades é o de pet sitter (babá de animais de estimação). Nesse caso, por medida de segurança, procure referências do profissional.

1 mes antes da viagem:
Verifique a saúde do seu animal e se ele está sem pulgas e carrapatos. Se necessário, leve-o ao veterinário.

3 semanas antes da viagem:
Providencie cópias das chaves de casa para o cuidador.

2 semanas antes da viagem:
Crie um documento com a rotina do animal, instruções referentes à alimentação e medicação (se for o caso). Cite as normas da casa relativas ao bichinho (manter o portão fechado, não deixar o animal subir no sofá, etc).

Não esqueça de colocar a data de ida e de retorno da sua viagem, bem como todas as maneiras de te contatar (telefones, e-mail...). Liste também os telefones de pelo menos 2 pessoas de confiança para tomar decisões em caso de emergência, se você estiver indisponível.

Imprima o documento em duas vias.

10 dias antes da viagem:
Verifique se há estoque suficiente de alimentos e medicação para todo o tempo que ficará fora. Adicione suprimentos para dois dias extras em caso de atraso na viagem de volta.

5 dias antes da viagem:
Escolha o cuidador entre as suas opções. Entregue a ele a 1º via do documento de instruções que você criou e as cópias das chaves. Coloque a 2ª via do documento em um local visível da casa (porta da geladeira, por exemplo), para o caso de perda da 1ª via.

Avise seus vizinhos que terá uma pessoa diferente em sua casa e deixe com eles os telefones de contato do cuidador.

Na noite anterior à viagem:
Certifique-se que a casa está segura para o animal, ou seja, se não há nada nocivo que seu bichinho possa comer. Coloque para dentro os tapetes e outros objetos que seu peludo possa danificar. Alguns animais ficam muito ansiosos quando sozinhos e pode fazer coisas que não fariam normalmente.

No dia da viagem:
Contate o cuidador para confirmar sua partida. Boa viagem!

Você também vai gostar de ler:

1 comentário(s) - Comente aqui!

  1. São dicas excelentes, sem dúvida! Realmente tudo fica mais fácil quando a gente se prepara com antecedência.
    Na minha casa temos tantos bichos que se tornou inviável fazer viagens longas (que durem mais que um fim de semana) com a família toda. Alguém sempre tem que ficar pra tomar conta dos pets. Mas nessas viagens curtas, contratamos uma pessoa pra ficar na casa com eles e fazer os cuidados básicos (limpeza do local, abastecimento dos pratinhos de ração e água e fazer companhia).
    Claro que dá um pouco de trabalho, mas é exatamente o que vc disse: posse responsável = animal feliz! E já que a gente escolheu ter animais, que sejam super bem cuidados!
    Beijo

    ResponderExcluir

Sobre a Casa

Sobre [span]mim[/span]
Organizando.org agora é Minha Casa Organizada

O conteúdo que você já conhece com visual mais clean e endereço amigável! Devido à mudança, o blog pode apresentar erros. Obrigada pela paciência. Para relatar um erro, acesse a página de CONTATO. Para saber mais sobre mim e o blog, acesse a página SOBRE.

Curta no Face